Morte por Covid-19 de doentes renais é 40 vezes mais alta que a média

Sexta, 09 de Abril de 2021 às 14h46min
Conclusão é de um estudo conduzido nos Estados Unidos que mostra alta da mortalidade geral desses pacientes na pandemia
Imagem Ilustrativa - Fo Diego Vara/ABr

Um estudo conduzido por pesquisadores dos Estados Unidos mostra como a covid-19 pode ser mais letal entre pacientes com doença renal crônica, especialmente aqueles que fazem diálise ou transplantados.

O artigo, publicado no Jornal da Sociedade Americana de Nefrologia, aponta que as taxas de internações por Covid-19 de pacientes em diálise foram 40 vezes maiores do que da população em geral.

Os pesquisadores analisaram dados de pacientes internados com covid-19 nos EUA entre 22 de março e 25 de abril do ano passado.

Eles descobriram um aumento da mortalidade geral de pacientes em doentes renais em diálise ou transplantados de 17% e 30%, respectivamente, quando comparados a dados de 2017 a 2019.

Pacientes que precisam se deslocar a algum local para fazer hemodiálise estão sujeitos a contraírem a Covid-19. Já os transplantados precisam tomar imunossupressores, que os deixam mais vulneráveis à infecção.

"Este estudo sugere que o efeito da fase inicial da pandemia em pacientes com diálise e transplante de rim foi profundo", afirmou um dos autores do estudo, o médico Eric D. Weinhandl, do Grupo de Pesquisa de Doenças Crônicas, uma divisão do Hennepin Healthcare Research Institute e do Centro Coordenador do Sistema de Dados Renais dos Estados Unidos.

Pacientes hispânicos negros e hispânicos tiveram taxas de hospitalização especialmente altas, enquanto os pacientes submetidos à diálise peritoneal em casa tiveram taxas mais baixas em comparação com aqueles submetidos à hemodiálise em clínicas, já que o ambiente doméstico oferece proteção contra a infecção comunitária pelo vírus.

O médico alerta para a necessidade de priorizar doentes renais crônicos nas vacinações contra Covid-19.

"Com taxas marcadamente mais altas de mortalidade por todas as causas em pacientes de diálise e transplante de rim durante o segundo trimestre de 2020, há agora uma razão clara para a priorização de pacientes com insuficiência renal em esquemas de vacinação contra covid-19 promulgados pelos estados."

por R7

Fonte: Infoco RS
Fotos