Mulher do interior de São Paulo adota mini porca, mas em pouco tempo acaba com pet de 250 quilos

Sexta, 03 de Dezembro de 2021 às 15h42min
Imagem: Arquivo Pessoal

Muitas pessoas têm animais de estimação que não são apenas cães e gatos. Pássaros, tartarugas, pequenos roedores, cavalos, vacas e até porcos. Esse é o caso de Rosângela Martins dos Santos, de Peruíbe, interior do estado de São Paulo. Ela viu uma amiga com uma mini porca e decidiu que também teria uma. Então a mulher foi atrás de um vendedor e conseguiu um filhote que chegaria, no máximo aos 30kg. A questão é que Lilica cresceu um pouco mais do que o esperado, chegando a 1,60m e 250kg.

"Quando eu vi, eu fiquei louca, falei ‘ah que coisinha linda’, perguntei onde ela [sua amiga] arrumou. Ela disse que era daquelas porquinhas que não crescem, um cara amigo dela que vendeu. Aí eu fui lá no cara que estava vendendo e perguntei: ‘você tem certeza que ela vai ficar pequenininha?’ Aí ele falou ‘vai sim’. Então eu achei que não cresceria”, contou Rosângela ao portal Metropoles.

Lilica cresceu. Bateu a casa dos 250kg e, atualmente, come cerca de cinco quilos de comida por dia. Inclusive, já foi até alvo de compradores, que ofereceram R$1,5 mil pela porca.

“A Lilica aprendeu a abrir geladeira, quebrou todos os vidros da minha geladeira para procurar a xepa dela. Quando ela vai lá e escuta o barulho do alarme da geladeira, ela sai correndo. Ela é muito esperta, mas se invocar que não vai entrar em casa, você pode matar ela, ela empaca e não entra”, finaliza Rosângela.

Embora seja grande, Lilica é tratada como um animal de estimação. Sai para passear com a dona, faz suas necessidades em locais específicos e até dorme no mesmo quarto.

Por Gunther Scholer

Fonte: Leouve
Fotos