Motorista bêbado que matou menina de 5 anos em SC tem prisão preventiva decretada

Terça, 21 de Dezembro de 2021 às 16h40min
A menina foi encontrada em estado grave, nos braços da mãe, mas morreu no hospital
Fo Redes Sociais

O motorista suspeito de causar o acidente que resultou na morte de Alicia, de cinco anos, teve a prisão em flagrante convertida em preventiva. A decisão do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) é desta segunda-feira (20). A menina era filha da jornalista Michelle Bindemann, que atua na Secretaria de Estado da Saúde de SC. 

O acidente ocorreu no domingo (19) no Norte Catarinense, em Rio Negrinho. O carro em que Alicia Bindemann Carini estava foi atingido de frente por outro automóvel. A mãe dela, o padrasto e o meio-irmão também ficaram feridos. A menina foi encontrada em estado grave, nos braços da mãe, mas morreu no hospital. No outro veículo, estava o motorista e outros três homens que também tiveram lesões. 

Decisão

Na decisão, o juiz Marcus Dexheimer escreveu que “a segregação cautelar é absolutamente necessária para garantia da ordem pública, evitando que [nome do motorista] volte a conduzir em via pública e inibindo condutas similares”. Também disse que “se o indivíduo é capaz de ingerir bebida alcoólica e dirigir em rodovia durante a madrugada, não será uma eventual suspensão do direito de dirigir que o inibirá de voltar a conduzir irresponsavelmente”.

De acordo com a decisão, a defesa do motorista pediu o relaxamento da prisão em flagrante, alegando que o bafômetro usado estava descalibrado e, portanto, impreciso. Porém, o juiz escreveu que a regularidade do aparelho foi constatada através de laudo.

A defesa também pediu a liberdade do motorista argumentando que ele tinha bons antecedentes.

Sobre o acidente

Quando os socorristas chegaram ao local do acidente, a mãe estava com a filha, ainda viva, no colo. No carro, o padrasto de Alicia ficou preso às ferragens e precisou ser desencarcerado. O filho dele, um menino de 10 anos, também ficou ferido e teve alta nesta segunda.

Segundo o G1, inicialmente a menina viajaria no carro dos avós, que seguia logo atrás. Porém, como começou a sentir enjoos, foi no carro com a mãe, enquanto seu irmão mais novo, de 3 anos, foi em seu lugar no veículo dos pais de Michelle. 

Alicia foi velada e enterrada na manhã desta segunda-feira, no Cemitério Jardim das Flores, em Joinville, também no Norte catarinense. 

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista do outro veículo envolvido, de 30 anos, fez o teste do bafômetro oito horas após o acidente e o resultado deu positivo para a presença de álcool. O homem foi preso em flagrante.

Ainda conforme a polícia, foi após a alta médica que o motorista passou pelo teste do bafômetro. O exame, de acordo com os agentes, apontou 0,25 miligramas de álcool por litro de ar expelido. Em depoimento, o homem admitiu ter ingerido bebida alcoólica durante um evento e no momento do acidente ele voltava para casa, em São Bento do Sul, na mesma região.

Por ClicRDC

Fonte: InFoco RS
Fotos