Padrasto é preso suspeito de estuprar três enteadas no RS

Segunda, 27 de Junho de 2022 às 13h41min
Abusos teriam começado há mais de um ano, segundo a investigação. Mãe delas será investigada por haver suspeita de saber dos estupros, mas não denunciar crimes à polícia.
Homem foi preso pela Polícia Civil nesta segunda-feira (27). Ele é suspeito de estuprar as três enteadas. — Fo Polícia Civil/Divulgação

A Polícia Civil prendeu, na manhã desta segunda-feira (27), um homem de 45 anos suspeito de estuprar três enteadas, de 13, 15 e 18 anos, em Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre.

Ele foi preso em casa, no bairro Mathias Velho, não reagiu à abordagem policial e permaneceu em silêncio. De acordo com o delegado Pablo Rocha, responsável pela investigação, os crimes foram denunciados pela irmã mais nova durante um passeio com o pai.

"Ela conseguiu uma autorização [do padrasto e da mãe] para sair para passear com o pai. Foi assim que ela pediu socorro. Contou para o pai o que tinha acontecido e ele entrou em contato com a polícia. A partir desse momento, ela não voltou mais [para casa onde residia]", relata o delegado Rocha.

A investigação da Polícia Civil indicam que os abusos começaram há mais de um ano. Além disso, a mãe das meninas saberia dos estupros e se omitiu, razão pela qual ela é suspeita de ser cúmplice do crime e será investigada. Tanto ela quanto o companheiro podem ser indiciados pelo crime de estupro de vulnerável.

"Como mãe, ela tinha o dever de proteger as filhas, o que parece que ela não fez. Por isso, pode ser também responsabilizada pelos crimes”, explica o delegado Rocha.

As adolescentes de 13 e 15 anos vão receber atendimento médico para cuidados físicos e psíquicos. As duas já passaram por exame de corpo de delito. A irmã mais velha morreu.

O Conselho Tutelar foi notificado do caso. As duas devem permanecer sob os cuidados do pai.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

por g1 RS

Fonte: Infoco RS
Fotos